Viver uma vida mais ecológica implica em abrir espaço para a simplicidade e a criatividade crescerem no seu cotidiano. Concorda? Neste texto mostramos como essas qualidades estão presentes nas soluções ecológicas que adotamos na nossa vida aqui em Inkiri Piracanga. 

vida ecológica

Inkiri Piracanga é um lugar que inspira a mudança e a renovação. Como comunidade sustentável, serve de referência para inúmeros projetos de ecovila ou outras iniciativas de caráter regenerativo. Em geral, isso é o que atrai as pessoas para virem morar aqui e participar da ecovila: desejar viver a mudança que sonha para o mundo.

Escolher viver em uma comunidade ecológica e espiritual é um ato de coragem, que implica na transformação de muitos hábitos. Você troca ações altamente destrutivas por práticas com impacto gerador de vida. Em outras palavras, é passar de núcleos individualistas para uma cultura de vida comunitária e de amor universal. 

Ao fazer essa transição, o compromisso e a dedicação com o lugar em que você vive crescem naturalmente, como uma resposta de gratidão à beleza da natureza. Por aqui é assim: agradecemos pelo sol nascendo no mar, pelos pássaros, pela floresta, pelo rio Piracanga e pela comunidade, dedicando energia a tudo isso.

CASAS ECOLÓGICAS

Essa integração com a natureza está em tudo, inclusive nas nossas casas. As construções ocupam sempre menos de 20% de cada terreno, pois zelamos pelas áreas de infiltração das chuvas, desenvolvimento da vegetação e também pelo limite de moradores e visitantes no local. 

As casas também não passam de 3 andares e buscamos priorizar materiais naturais e locais na construção, como a piaçava nos telhados ou a madeira e barro nas paredes. Em alguns casos também subimos as paredes com garrafas de vidro ou “ecotijolos” de garrafa pet preenchida com resíduos de plástico mole. E procuramos pintar as paredes com cal ou tinta feita de barro, materiais que são 100% biodegradáveis e não geram resíduos tóxicos. 

A vida mais ecológica também está na nossa relação com as águas das casas, por isso o Centro Inkiri, assim como muitas casas, faz uso de banheiros secos e de sistemas de tratamento. As águas cinzas (pias, torneiras e chuveiros) irrigam círculos de bananeiras, que se beneficiam dessa irrigação e filtram a matéria orgânica que vai com essa água. Já as águas dos sanitários possuem sistemas mais complexos de biodigestores e fossas de evapotranspiração, em que o destino final dos efluentes é a irrigação de bananeiras e lagos. 

Isso é um bom exemplo de algo que seria um potencial problema (o esgoto das casas) tornando-se uma solução: irrigação para a produção de bananeiras. 

A escolha por esses sistemas de saneamento assim como o fortalecimento comunitário da prática de usar apenas produtos biodegradáveis é uma marca viva desse amor que pulsa pelas águas em Piracanga. Estamos em frente ao mar e nas margens de um rio e ao lado de um mangue, com água pura bem debaixo dos nossos pés. Assim, toda casa possui sua própria bomba e caixa d’água, acessando facilmente a essa água de qualidade. 

Agradecemos e cuidamos com muito zelo dessa água sagrada. Por isso só depositamos na água produtos que podem ser digeridos pela microvida que habita nossos sistemas. Isso nos oferece independência da cidade e nos permite viver afastados dos centros urbanos.

Para atender as necessidades de conforto ambiental, também fizemos bastantes janelas para arejar e iluminar os ambientes naturalmente. Seguindo essa mesma lógica, instalamos placas fotovoltaicas, baterias e adaptamos todas as casas para o uso de energia solar, e estabelecemos alguns acordos sobre consumo consciente. Assim, evitamos aparelhos eletrônicos como televisão, ar condicionado, geladeira, chuveiro elétrico, secador de cabelo e torradeiras.

Viver assim implica em muitas mudanças de hábitos e quebras de paradigma diários. Você passa a repensar as suas reais necessidades e usar mais a sua criatividade para encontrar soluções simples para viver bem. Isso também ajuda a nos voltarmos diariamente para o momento presente e para a nossa conexão com a natureza.

COMPOSTAGEM E RESÍDUOS

Outra parte importante da “cultura piracanguense” é a forma como nos responsabilizamos pelos nossos resíduos. Nós compostamos 100% dos restos de comida e demais resíduos orgânicos, e damos bom direcionamento para os demais materiais que produzimos como resíduos. 

A prática da compostagem vem permitindo o desenvolvimento mais acelerado da vegetação, do cultivo de agroflorestal e de pequenas hortas. E boa parte das embalagens geradas são aproveitadas na própria comunidade para revenda de produtos de limpeza, cosméticos, produtos de higiene, alimentos e bebidas. Então escolhemos potes e vidros com uma vida útil maior e evitamos outros produtos dispensáveis, como guardanapos e canudos descartáveis.

Ao buscar a simplicidade e o minimalismo, estamos sempre usamos da nossa criatividade. Assim, quando precisamos de algo mais descartável, como um prato ou guardanapo, usarmos pedaços de folha de bananeira. Ou se queremos canudo para tomar água de coco, improvisamos algo com bambu ou com a haste das folhas de mamão ou da abóbora. 

Ao nos integrarmos a natureza, procuramos adotar uma postura humilde, sempre aprendendo com as interações e fazendo experimentos para favorecer a sucessão ecológica que vem transformando a nossa paisagem para uma condição de floresta. Assim estamos produzindo cada vez mais biomassa e diversidade de frutos e alimentos.

Isso inspira o projeto agroflorestal a continuar regenerando o solo com espécies nativas, pioneiras e frutíferas adaptadas às condições ambientais. A evolução dessa paisagem está diretamente ligada a produção de adubos, seja na compostagem dos resíduos orgânicos, ou das fezes nos banheiros secos. Todos os materiais recebem o tratamento adequado para ser usado como adubação para a evolução da floresta.

AMOR PELA NATUREZA

O nosso amor a toda natureza, o amor cultivado entre nós e o senso comunitário são o que mais fortalece o nosso propósito. Esses compromissos nos beneficiam diretamente, pois mantém esse lugar preservado e resiliente, com uma natureza que prevalece às nossas diferenças de visão, de gostos ou desejos. 

Ao viver uma vida mais ecológica em comunidade, se cada um de nós está mudando, é razoável e esperado que a comunidade também mude e evolua. Dessa forma, seguimos em transformação, usando a simplicidade e a criatividade para nutrir nosso amor e respeito por toda natureza e seguir sendo um modelo de inspiração para muitas pessoas.

Se você também busca uma vida mais conectada com o meio ambiente e práticas Ecológicas, recomendamos o curso Vida + Ecológica. Será um mergulho em alternativas e soluções de práticas ambientais que podem ser facilmente reproduzidas em nosso cotidiano, inclusive em centros urbanos. Vamos trazer reflexões e propostas de transformação de atitudes na nossa vida a partir da simplicidade e criatividade, e apresentar práticas para a construção de uma cultura regenerativa no planeta.