Neste texto, Beto Madureira revela como o contato com algumas bananeiras trouxe 4 valiosos ensinamentos para melhorar a sua vida.

Sempre ouvi falar em espiritualidade na matéria e entendia bem esse conceito. Mas confesso que nunca tive a sensação nítida de estar vivendo isso. De realmente experienciar a espiritualidade na matéria, sabe? Mas tudo isso mudou quando conheci as bananeiras gurus. 

Era sábado e eu estava já cansado da semana toda trabalhando na permacultura. Meu corpo já estava com a energia um pouco baixa. Mas ainda tinha uma função do dia para cumprir: precisava limpar uma área de bananeiras, que estava precisando ser organizada para elas conseguirem pegar força e crescer bem. Essa foi a primeira lição que aprendi com as bananeiras: a importância da ordem para ter força. 

Chegando lá, me deparei com um cenário caótico. As folhas secas estavam embaralhadas umas nas outras, várias folhas estavam doentes e as bananeiras estavam caindo. Admito que na hora eu quase desisti. Desanimei e pensei em deixar para depois. Mas uma vozinha me falou: “Vai devagar. Começa de onde está mais fácil e vai só até onde der”. Pareceu um bom caminho a seguir e assim eu fiz. 

Comecei devagar. O primeiro passo foi retirar as folhas secas, pois estavam mais acessíveis e pareciam mais fáceis de sair. Segui com calma, fazendo um trabalho constante. Aos poucos eu já não sentia o desânimo e nem o cansaço de antes. Estava concentrado e focado em fazer o que precisava ser feito. Aproveitei e coloquei umas músicas que amo e me deixam em paz. Assim, ao som de “Música para a Alma”, da Analu Caldas, continuei trabalhando em harmonia, como se fosse embalado pelas canções. Caso tenha interesse, você pode pedir as músicas por AQUI. Recomendo!

Prossegui assim por algumas horas, até que, em determinado momento, eu olhei para as bananeiras e percebi como tudo estava diferente. No lugar da desordem e do emaranhado de folhas e galhos, agora entrava a luz do sol. As bananeiras brilhavam! Me emocionei e aproveitei a sensação de limpeza e plenitude que pairava no local. 

bananeiras   bananeiras

Esse episódio com as bananeiras gurus me fez entender pelo menos 4 coisas sobre a vida:

  1.  Quando as coisas estão um caos e não vemos a solução, tenha calma. Comece pelo mais fácil e vá aos poucos.
  2. Quando limpamos e ordenamos nossa vida, nós abrimos espaço para a luz entrar.
  3. Para não deixar o desânimo e a preguiça nos dominarem e conseguir fazer o que precisa ser feito, é precisa empenho, foco e determinação.
  4. Qualquer coisa pode ser feita com leveza e amor. Basta agregar outras práticas que aumentam a vibração e te façam bem. No meu caso foi a música da Analu.
Texto de Beto Madureira