Entenda porque a comunidade dos sonhos busca resgatar a conexão com os sonhos dormidos e descubra como você também pode participar dessa missão!

sonhos

Era uma vez uma menina sonhadora que sabia que viria mudar o mundo, ajudando a acabar com o sofrimento neste planeta. Angelina tinha somente 10 anos quando registrou esse seu plano em seu diário. Com o passar dos anos, ela passou a achar isso muito utópico e se distanciou um pouco do sonho. Mas aos 19 anos ela voltou a acreditar e assim iniciou uma vida pelo caminho dos sonhos.

Essa virada aconteceu quando ela viajava pela Tailândia e leu numa revista da National Geographic sobre uma tribo nativa de Burneo que não sabia o que era o sofrimento ou doenças mentais. Os antropólogos diziam que o segredo para essa tribo viver sem sofrimento era que eles honravam os sonhos dormidos. Ela achou isso incrível! Assim, essa matéria a fez se reconectar com seu sonho de criança e seu compromisso em transformá-lo em realidade. Estava decidida a honrar seus sonhos para sempre!

Muitos anos depois, quando estudava a linguagem dos sonhos com seu mestre Xamã, Angelina recebeu a missão de disseminar esse conhecimento, ensinando as pessoas a se conectarem com seus sonhos e interpretá-los. Desde então ela segue comprometida nessa missão.

Ao trilhar o caminho dos sonhos, ela foi percebendo que muitas pessoas estão desconectadas de seus sonhos, que pensam que eles são pura fantasia da mente, uma perda de tempo. Mas isso não é verdade. Só acreditamos nisso porque agora estamos inseridos numa cultura que reprime a sensibilidade das crianças e nos ensina a desvalorizar e esquecer tudo aquilo que não está acontecendo aqui na matéria. Por ignorância, nos dizem que nossos sonhos e pesadelos não são nada, que não são de verdade. Assim somos estimulados a desconsiderá-los cada vez mais, até o dia que passamos a não lembrar de mais nada. Talvez isso também tenha acontecido com você. Mas saiba que nem sempre foi assim para a humanidade.

Os sonhos foram extremamente importantes na história de muitas grandes civilizações antigas. Na época do Egito antigo, os sonhos estavam acima dos faraós, os semi-deuses. Na China antiga, o imperador nunca ditava uma lei ou iniciava uma guerra sem antes consultar os seus sonhos. Os gregos tinham os oráculos em ilhas que utilizavam os sonhos como uma de suas técnicas, como o oráculo de Delphis. Você também encontra muitas menções aos sonhos nos livros sagrados, como a Bíblia, Alcorão, Bhagavad Gita, entre outros. Os sonhos sempre fizeram parte de nossa história. A diferença é que antigamente eles eram muito honrados e valorizados. 

Agora estamos afastados desse conhecimento sagrado, mas isso pode ser facilmente revertido. Angelina comenta que nunca conheceu alguém que passou por seu curso de sonhos que não tenha conseguido lembrar de seus sonhos e se reconectar com eles. O segredo é simples: é preciso honrar os sonhos! Nós precisamos resgatar a nossa fé no poder dos sonhos. Se queremos sua presença em nossas vidas, temos que eliminar as crenças que nos foram implantadas que os desvalorizam, e passar a acreditar neles com nosso coração.

Quer uma dica para resgatar a conexão com os sonhos dormidos?

Escreva seus sonhos assim que acordar. Anote tudo o que lembrar, mesmo se for pouca coisa, como um rápido flash. Registre as cores que lembra e as sensações e emoções despertadas. Faça isso num caderno ou no seu celular, como for melhor para você. O importante é registrar! Depois disso, agradeça. É muito importante agradecer pela mensagem, mesmo que você ainda não consiga lembrar de tudo ou não saiba interpretá-la. Você vai ver que criar esse hábito vai revolucionar a sua relação com os sonhos!

Outra forma de honrar os sonhos é fazer um ritual antes de dormir para ir mais calma para a cama. Você pode fazer uma oração da sua preferência ou simplesmente meditar. Acreditamos que os sonhos são um “whastapp do nosso próprio espírito”, então antes de dormir, você pode mandar uma mensagem com um pedido genuíno: “meu mestre interior, hoje eu vou lembrar de meus sonhos, vou lembrar da comunicação que tenho comigo mesmo, e assim que acordar eu vou anotá-los”. 

Agora, se você se conectou com esse texto e estava procurando uma “tribo” que te entende, nós temos um convite para você: quer fazer parte da comunidade dos sonhos?  

Estamos desde Maio oferecendo cursos online e construindo uma egrégora muito forte e propícia para a conexão e estudo dos sonhos. Já foram mais de 500 pessoas que fizeram o curso nível 1 e pelo menos 200 que continuam seus estudos no nível 2 e 3. Desses 200, pelo menos 40 continuaram estudando nos últimos 6 meses e evoluindo na sua comunicação com os sonhos.

A comunidade dos sonhos é uma forma muito linda de honrar os sonhos e aumentar a escala desse resgate dos sonhos dormidos.

Agora, se deseja primeiro nos conhecer aos poucos, você também pode receber dicas gratuitas semanais sobre os sonhos. Basta deixar seu e-mail AQUI.

Independente da forma que você for escolher, desejamos que você acredite e honre os sonhos cada vez mais! Esse é um trabalho fundamental se realmente queremos acabar com o sofrimento nesta vida.