UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA

O projeto de extensão “Laboratório Vivo de Práticas Sustentáveis” vem formalizar e estreitar a relação entre a UFSB e Instituto Inkiri e permite a inserção de docentes e estudantes do Curso de Engenharia Ambiental e da Sustentabilidade em um cenário que favorece o diálogo entre teoria e prática, necessário para a produção de uma aprendizagem mais significativa. Nele desenvolvemos atividades de ensino, pesquisa e extensão relacionadas com as práticas sustentáveis do Instituto Inkiri, como monitoramento de lençol freático, análises de qualidade da água e fertilidade do solo, manejo e destinação adequada resíduos sólidos, agricultura orgânica, saneamento ecológico e outros.

TURISMO CO2 LEGAL

Essa proposta promove o envolvimento e o comprometimento de todos os atores sociais que, direta ou indiretamente, se relacionam com o turismo na região de Itacaré e Península de Maraú, a fim de minimizar os impactos ambientais e, ao mesmo tempo, propiciar a melhoria da qualidade de vida das comunidades que vivem no meio rural. Isso se dá através da compensação das emissões de CO2 geradas pelos seus negócios, e pelas suas viagens ao destino. Os recursos financeiros arrecadados são destinados a agricultores tradicionais que vivem na região, que ao cumprir os compromissos socioambientais definidos pelo programa, recebem um pagamento mensal por serviços ambientais. Dentre os compromissos destaca-se:

  • Conservação os remanescentes florestais das suas propriedades;
  • Reflorestamento de suas áreas desmatadas;
  • Adoção das práticas agrícolas conservacionistas;
  • Não poderão caçar, nem utilizar fogo para limpeza das roças;
  • Deverão matricular seus filhos na escola

Além das compensações feitas pelo Instituto e seus visitantes, apoiamos também ações diretas as famílias de agricultores beneficiados, oferecendo assistência técnica e acesso as recursos e tecnologias socioambientais desenvolvidas no instituto. Para saber mais sobre o programa Turismo CO2 Legal acesse aqui.