Início de ano, o momento é convidativo! Estamos em pleno verão, período de alta temporada, em que muitas atividades estão acontecendo no Centro Inkiri. Nesta época, os inkiris se dedicam ao acolhimento de visitantes. Tanto que, pela primeira vez, o Gaia Inkiri Piracanga será realizado no período de férias escolares no Brasil. Uma grande oportunidade para quem enfrenta dificuldade para investir tempo em um mergulho nas riquezas que compõem o currículo do programa.

A Escola da Natureza Inkiri vai promover, de 21 de janeiro a 23 de março, um curso de formação em design de sustentabilidade que, com mais de 270 turmas formadas, é um dos programas de Ação Global da Organização das Nações Unidas (ONU). Será uma oportunidade muito especial de experimentar a vida comunitária em uma grande referência de comunidade intencional e ecológica no Brasil e no mundo, de maneira imersiva, e o conjunto de conhecimentos e habilidades abordados no currículo do Gaia Education – Educação em Design de Ecovilas.

Banner Gaia Inkiri Piracanga

Em Piracanga, o curso se dá dentro de uma comunidade intencional já estruturada, no convívio com pessoas que vivem essa realidade todos os dias. Tudo o que será abordado, todo o conteúdo teórico proposto pelo currículo Gaia Education, vai ser vivenciado na prática. Com a Comunidade Inkiri, o participante vai conhecer o Banco Inkiri e experienciar uma economia local, por exemplo. Vai ter contato com a permacultura e a sustentabilidade em todas as suas dimensões. Estes são pontos fortes desta formação, de acordo com Janaina Riccioppo, uma das guardiãs.

“Sinto que em outros lugares, você consegue vivenciar algumas coisas. Quando você vai em outros programas imersivos, você consegue criar uma comunidade e experimentar acordos e a convivência, mas é limitado. Você fica junto com essas pessoas por no máximo uns 10 dias”, explica.

Outros dois pontos fortes do Gaia Inkiri Piracanga são o apoio de facilitadores experientes, tanto internos quanto externos, e o tempo, a possibilidade de viver em comunidade por dois meses. “Isso cria a oportunidade para integrar cada um dos conteúdos. Você fica imerso e as informações começam a fazer parte do seu Ser. É tempo suficiente para uma mudança de hábitos, com todo o apoio”, completa.

O participante será empoderado com o conhecimento necessário para o redesenho sustentável de suas realidades e para agir na transformação que o planeta pede. Durante a experiência, também serão realizados trabalhos de autoconhecimento, cura e purificação energética através da natureza.

Para Janaina, que é membro da Comunidade Inkiri e gaiana, o pós-formação foi desafiador.

“Vejo que o Gaia é um desenho de um novo mundo. E pode ser difícil, depois, voltar para o velho mundo, para o sistema, e não saber muito bem por onde começar. Aqui você cria as bases para sustentar e decidir o que fazer com o conhecimento, ao retornar para a cidade ou aonde quer que vá. Em Inkiri Piracanga, você vê que existem pessoas que estão vivendo isso de fato. Que não é uma coisa que é passageira ou que é uma utopia”.

Facilitadores renomados

Na formação que se aproxima, o Gaia Inkiri Piracanga recebe Edgard Gouveia e Filipe Freitas. Os facilitadores externos vão contribuir com a experiência em outras ecovilas e comunidades internacionais, como Tamera e TerraUna. Confira o currículo deles e dos inkiris envolvidos na imersão:

Foto Edgard Gouveia Jr.CONVIDADO! Edgard Gouveia Jr. é arquiteto e urbanista pós-graduado em jogos cooperativos. Dedica sua trajetória a mobilizar crianças, jovens e adultos com jogos virtuais, gincanas e ações coletivas que desembocam em pequenas revoluções comunitárias. Fundador do programa Guerreiros Sem Armas, que fomenta a energia de jovens articuladores, ampliou sua escala de ação, que agora pretende ser global. Embora o projeto Oásis já conte com mais de 90 pontos de replicação espalhados pelo mundo, ele lançou, em dezembro de 2012, o Play The Call, uma gincana mundial online que tem tarefas concretas no mundo real e pretende envolver dois bilhões de pessoas em quatro anos.

CONVIDADO! Filipe Freitas é educomunicador (educador ambiental / comunicador social), com ênfase em ecoalfabetização e ecologia profunda; consultor em design social e criação de comunidades; professor didata de biodanza; produtor e diretor audiovisual. Pai da Aurora, de18 anos, e Iuri, de 8, é mestre em psicossociologia de comunidades e ecologia social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com atuação nas áreas de comunicação e artes (1996-2001), educação ambiental empresarial (2002-2008), desenvolvimento humano, Biodanza e Gaia Education (2008, até o presente).

CONVIDADA! Marcia Peixoto é graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e pós-graduada em Agroecologia pela Universidad Pablo de Olavide de Sevilla (Espanha). Atuou nas áreas de agroecologia, educação ambiental e alimentar, culinária e vida comunitária. Há sete anos vive principalmente em comunidades intencionais e ecovilas, e experiencia diversos projetos com a visão de criar culturas regenerativas na Terra. Nos últimos anos, se inspirou e colaborou principalmente com Tamera (Portugal), uma comunidade e Centro de Pesquisa para a Paz comprometida com a criação e apoio de projetos engajados em promover uma mudança de sistema e o desenvolvimento de comunidades baseadas na confiança, transparência e cooperação com todos os seres.

Foto Juliana FaberJuliana Faber se dedica a sensibilizar as pessoas da conexão profunda entre as plantas e as nossas águas. A Educação Ecológica, Permacultura, a produção de cosméticos e outros produtos naturais são as formas de manifestar essa conexão. Viveu em Institutos de Permacultura (IPEP – Instituto de Permacultura da Pampa e IPEC – Instituto de Permacultura do Cerrado) e, na Comunidade Inkiri, criou a marca Plante!, de produtos de higiene pessoal e limpeza biodegradáveis, e é guardiã do Templo das Águas.

 

Foto Francisco Diez RepettoFrancisco Diez Repetto se formou na prática e por isso também consegue ajudar as pessoas a quebrarem as barreiras que dizem que a bioconstrução é algo complicado, empoderando a todos do fato que está nas suas mãos a capacidade de construir o que desejam. Trabalhou no campo e, em 2011, conheceu a Bioconstrução em Córdoba, onde participou de diversos movimentos comunitários para criar casas próprias para as pessoas. Em 2016, veio para Inkiri Piracanga, onde é o responsável pela equipe de bioconstrução e manutenção.

Foto Celeste ChiarottiCeleste Chiarotti nasceu na Argentina, é professora de Leitura da Aura (retiros de iniciação e aprofundamento, treino de professores e Meditação das Rosas) desde 2012. Vive em Piracanga e colabora para o sustento do sonho da Comunidade Inkiri. Sempre atuou na Escola da Aura, na criação de cursos de autoconhecimento e trabalho interior. Também participa do projeto Música Inkiri.

 


Escola da Natureza e Gaia Education

Ao perceber que Inkiri Piracanga já vivia todo o currículo Gaia adaptado à sua realidade, as guardiãs da área responsável pelo planejamento e gestão ambiental da Comunidade Inkiri (Natureza Inkiri), Maíra Sagnori de Mattos, e da que fomenta projetos de impacto socioambiental em outras comunidades (SER Inkiri), Janaina Riccioppo, decidiram promover um casamento e certificar o programa da Escola da Natureza.

O curso da Escola da Natureza existe há quatro anos. Em 2017, já havia formado sete turmas. O propósito do alinhamento? Multiplicar todo o conhecimento e as práticas desenvolvidas em Inkiri Piracanga por meio de uma profunda imersão, de dois meses, que vem evoluindo.

Os programas de Educação em Design de Ecovilas são baseados nas quatro dimensões intrínsecas da experiência humana: Social, Visão de Mundo, Ecológica e Econômica. Criado pelo GEESE – Global Ecovillage Educators for a Sustainable Earth, o currículo Gaia Education, mais especificamente, teve como referência a experiência e o conhecimento de algumas das mais bem-sucedidas ecovilas do mundo.

“Quando vim para Piracanga, eu já facilitava e coordenava Gaia Education. Queria me juntar com um grupo de pessoas que já estavam fazendo algo juntas. Não fazia sentido me mudar para o meio do mato e cometer os mesmos erros que outras pessoas já haviam cometido ao criar comunidades do zero. Minha intenção era experimentar uma já estruturada. E, as vezes, você tem trabalho para criar um ambiente para que as pessoas possam experimentar aquilo que estamos falando. Piracanga foi: Não preciso inventar nada! O lugar já vive todo esse currículo”, explica Janaina Riccioppo.

De acordo com a guardiã do Gaia Inkiri Piracanga, o próximo curso também é uma oportunidade para a Comunidade Inkiri dar mais passos: “Chegamos em um momento bem estruturado da nossa comunidade, em que temos esse espaço para abrir e nos comunicarmos com o que está acontecendo com o mundo. O programa é um reflexo disso, tanto que vamos ter três facilitadores externos”. Esta será a segunda turma certificada pelo Gaia Education em Inkiri Piracanga.

Guardiãs

Foto Maíra Sagnori de MattosMaíra Sagnori de Mattos é graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com atuação nas seguintes áreas: educação ambiental, agroecologia e permacultura. Possui experiência em implantação e manejos de agroecossistemas e recuperação de áreas degradadas. Antes de vir para Inkiri Piracanga, atuou em agricultura familiar, junto a cooperativas e associações de agricultores da região periurbana do Rio de Janeiro, e também em comunidade tradicional (caiçaras). Atualmente, trabalha na Escola da Natureza.

Foto Janaina RiccioppoJanaina Riccioppo é formada em produção de eventos pela George Brown College – Toronto, Canadá, e Designer em Sustentabilidade desde 2015, quando completou sua certificação EDE em abril de 2015, em TerraUna. Na Comunidade Inkiri, Janaina é a guardiã do projeto Ser Inkiri e responsável pelo desenvolvimento de projetos de impacto socioambiental, trabalha com gestão de resíduos e é também facilitadora de danças circulares sagradas.

 

Conheça os conteúdos teóricos e práticos e os cursos Inkiri incluídos no Gaia Inkiri Piracanga. Confira valores e opções de pagamento, e saiba como funcionam o fluxo do programa (dividido em dois módulos), a hospedagem e a alimentação. Faça a sua pré-inscrição: clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.