Ser um nômade digital promete ser o futuro de muitas profissões, quer saber porquê?

nômade digital

As formas de se relacionar com o trabalho sempre passaram e passarão por mudanças, as transformações do mundo são diretamente refletidas nas profissões. Mais do que diferentes atividades, como se relacionar com elas é hoje um assunto a ser observado. Os modelos de trabalho convencionais já não são padrões a serem seguidos. 

Rotinas de escritórios estão sendo trocadas pela mesa da própria casa ou até um balcão ou uma mesa de um café, e é assim que surge o nômade digital. Quer saber mais o que isso significa? Vamos explicar essa nova tendência profissional que promete ser o futuro de muitas profissões. 

O que é Nômade Digital?

Mais que uma maneira de se relacionar com a profissão, ser nômade digital é uma forma de viver. Pessoas que não possuem locais fixos de atuação profissional e, em muitos casos, nem de moradia, estando por períodos variados em locais diversos. Uma liberdade de atuação, que é possível para muitos setores, alguns exemplos são: marketing, vendas, design, TI, redação, tradução, mídia, tutoria, consultoria, entre outros.

nômade digital

O nomadismo digital, nome utilizado pelos profissionais remotos, nasce de uma nova realidade e conceito de se realizar com o serviço. Percebe-se que muitos profissionais são mais eficazes quando não precisam seguir a rotina do escritório. E é exatamente com esse olhar de sair do convencional que muitas pessoas conseguem produzir conteúdos além do esperado. Produtividade com garantia de melhor qualidade de trabalho.

Panorama do Nomadismo Digital hoje 

Com a crescente abertura das empresas ao home office e aos trabalhos freelancer, profissionais itinerantes e independentes do mundo todo têm trabalhado em locais públicos, com redes de Internet compartilhadas, como cafeterias, bibliotecas, espaços de coworking, pousadas e hostels. O lema: o meu escritório é onde o Wi-Fi está! Cada vez se encaixa melhor. E as estatísticas compravam. 

Em 2019 uma pesquisa divulgada pela FlexJobs mostrou que, entre os anos de 2005 e 2017, houve um aumento de 159% no número de trabalhadores remotos nos Estados Unidos. Hoje, 4,7 milhões, ou 3,4% da população americana, trabalha fora de ambientes profissionais fixos.

Em 2014, a consultoria SAP já apontava que 35% dos trabalhadores brasileiros eram nômades. Uma revolução que ainda tende a ser maior, já que estudos como o divulgado recentemente pela Dell mostram que até 2030, aproximadamente, 85% das profissões mundiais serão novas. O que deve abrir outras possibilidades para esta flexibilidade de atuação. 

Em que contexto surge o nômade digital? 

Comprovadamente o trabalho remoto tem impactado diretamente a economia e refletido no meio ambiente, afinal são menos pessoas gerando fluxo de carros, e tantas outras facilidades de estar trabalhando em qualquer lugar e horário.  

Poder transcrever um texto ao som do barulho do mar, editar um livro sentindo o vento nos cabelos, fazer uma contabilidade de bermudas e chinelo, são exemplos de novas formas novas de estar atuante, mas também em tranquilidade. A tão buscada qualidade de vida. 

A internet é hoje a grande aliada de quem quer mudar a maneira de exercer sua profissão à distância, unindo a isso alguns lugares são propícios para reunir elementos que fazem do dia a dia a melhor maneira de estar em serviço.  

Em qual lugar posso trabalha como nômade digital? 

Cada vez mais, lugares se adaptam para receber esses profissionais, que em sua grande maioria buscam fugir dos grandes centros. Numa busca de encontrar o equilíbrio entre a calmaria e o espaço de trabalho adequado. 

Um lugar onde o tempo parece passar mais devagar, onde o silêncio é cortado apenas pelo som das águas e dos pássaros, e que o cafezinho é sempre unido a sorrisos e conversa boa, parece sonho, mas existe, o Centro Inkiri, em Piracanga na Bahia, oferece tudo isso. 

Piracanga é esse pedaço do paraíso reservado a quem quer produzir e se conectar com a natureza, reservando a oportunidade de um ambiente que gera uma conexão de trabalho além da digital. 

Inúmeras pessoas querem saber como seria trabalhar, e ao mesmo tempo viver, em um ambiente diferente do urbano, o que é possível cada vez mais para os novos profissionais da era nômades digitais, ter a chance de passar um período de produção e geração de conteúdo com todo o equiparado necessário. Conduzir a vida criando um novo estilo, mais livre e ao mesmo tempo demandando o necessário para se sentir produtivo e eficaz. 

Aqui, essas portas se abrem para a Experiência Nômades Digitais Inkiri. Uma oportunidade, por exemplo, de tirar do papel aquele projeto que precisa ser escrito ou montar uma nova grade de trabalho e atividades com conteúdos que também envolvem o autoconhecimento, a alimentação equilibrada, meditação, práticas diárias de caminhada e yoga, e tantas outras maneiras de se surpreender a cada amanhecer. Isso é possível. E não precisa ser apenas um sonho.

Nós estamos preparados, e você?