Quando conheci o Dragon Dreaming, uma metodologia de criação colaborativa de projetos, havia acabado de fazer uma grande virada na vida. Tinha voltando de Piracanga, local no qual me redescobri por inteira, para a cidade do Rio de Janeiro. Voltei animada, revigorada, porém sem saber como materializar minhas ideias. Apesar de ter muitos sonhos, não sabia muito bem como estruturá-los para criá-los na realidade.

dragon dreaming curso

Quanto mais me envolvia com grupos de trabalho, menos sabia o caminho. Parecia que as pessoas não se escutavam direito, que as relações estavam confusas e que o caos e o stress da cidade nos engoliam por inteiro. Assim, repetia o que me incomodava, reproduzia algo que era maior que eu.

Descobri o curso de Introdução ao Dragon Dreaming e resolvi fazê-lo. Não como uma forma de solucionar todos os meus problemas, mas afim de dar uma chance para que o que eu imaginava como trabalho, propósito e sonho pudessem ser verdade.

Me apaixonei!

Depois do curso, nunca mais me afastei do Dragon. Entrei para a formação completa para multiplicar essa ferramenta e filosofia. Sabe por que? Encontrei nele um equilíbrio entre o olhar para os indivíduos e realizar o que nos propomos. É o que eu acho mais incrível! Não é apenas uma filosofia, existem ferramentas bem práticas para materializarmos esse equilíbrio. Junto com a minha história com o Dragon Dreaming, conto também a história da criação da metodologia:

O Dragon Dreaming surgiu do trabalho e da prática de John Croft com Vivienne Elanta, além de outros membros da Gaia Foundation of Western Australia – Fundação Gaia da Austrália Ocidental. Lá, a metodologia foi usada para ajudar grupos na criação de projetos extremamente bem-sucedidos e para determinar onde poderiam ocorrer bloqueios e como superá-los.

dragon dreaming apresentaçãoCom o Dragon Dreaming, construímos projetos e organizações de sucesso para a Grande Virada, potencializando a transição de uma cultura autodestrutiva para uma Cultura que Sustenta a Vida. Sua metodologia foi inspirada em conhecimentos ancestrais aborígenes, teoria de gaia, teoria sistêmica e ecologia profunda. Os três princípios que sustentam o Dragon Dremaing e a realização de projetos usando essa ferramenta são: Crescimento pessoal, fortalecimento de comunidade e serviço à Terra.

O Dragon Dreaming é amor em ação!

Por isso, convido você a conhecer essa poderosa ferramenta comigo, em Inkiri Piracanga. Além de aprender a metodologia, aqui você estará em meio à natureza, com pessoas incríveis e alimentação vegana. Vem!

Clique aqui para saber mais sobre o Curso de Introdução ao Dragon Dreaming que será realizado em Inkiri Piracanga de 2 a 4 de junho


Por Ana Laura Macedo (Facilitadora da Universidade Viva Inkiri – Piracanga/BA)  é educadora e facilitadora de grupos. Formada em Pedagogia da Cooperação pelo Projeto Cooperação, em Design em Sustentabilidade pelo Gaia Education. Criadora do Revoar, uma instituição que atua com jovens em vulnerabilidade social, facilitadora de projetos colaborativos e multiplicadora da ferramenta de projetos Dragon Dreaming. Trabalha na Universidade Viva Inkiri, um projeto para jovens que querem gerar transformação no mundo e em si.


dragon dreaming flyer