Por João Vianna (Parceiro do Centro Inkiri | Piracanga / BA)

Fotos: João Vianna

“Minha paixão por estar na natureza começou cedo, na barriga da minha mãe. Passávamos todas as férias de verão e de inverno em uma casa de praia. Na época, lá não havia energia elétrica, então acordávamos cedo e saímos para brincar na natureza. Maré cheia para pular da pedra, maré baixa para jogar bola na praia, Lua cheia para fazer fogueira, noite sem Lua para ver estrelas cadentes. Aprendíamos a sentir o vento, para saber quando o tempo ia mudar, e assim a natureza ditava o seu ritmo no nosso estilo de vida.

Na cidade, gostava de ver enciclopédias. Tenho 44 anos, quando era jovem não haviam computadores, muito menos celulares. Adorava ver fotografias, eram como janelas que me transportavam para mundos distantes… Culturas diversas, paisagens, aquilo me fascinava!

Novos tempos

Visitei os principais parques nacionais no Brasil e fotografei muitos lugares e pessoas. Pude ir “onde as enciclopédias se originaram”! O contato com a natureza é o ponto em comum em todas as experiências. Viajava quase sempre sozinho. Percorri muitas trilhas, até chegar onde vivo hoje: Piracanga. Uma ecovila em que buscamos o equilíbrio entre o mínimo de conforto e o respeito à natureza com o acesso às facilidades da vida moderna. Um lugar privilegiado! Um refúgio na mata atlântica com floresta, mangue, rio, praia, corais…. Uma réplica do que vivi na minha infância. Por isso mesmo, onde pude resgatar o contato e a contemplação da natureza, com o meu bem estar.

Uma das minhas paixões aqui em Piracanga são as baleias, que vêm de longe para se reproduzir na águas quentes da costa baiana. Elas repetem essa jornada anualmente e temos o privilégio de vê-las tão perto de nós. Experiências na natureza que me levaram a uma percepção e constatação de que tudo está interligado mesmo: que o que acontece na Antártida se reflete aqui, que o que acontece no Saara se reflete na Amazônia… E, em tempos de aquecimento global, que a poluição das águas dos rios e dos mares voltam cada vez mais até a gente. Finalmente estamos nos dando conta que nós somos os responsáveis por isso!

A proposta do trabalho que desenvolvo em Piracanga tem a ver com tudo isso. Seja através das artes, fotografia, vivências na natureza ou até mesmo separando os meus resíduos, ajudar a nos reconectarmos com nós mesmos, com nossa natureza, nosso ritmo natural. No Ecologia Profunda e Encontro com Baleias, o convite que faço é para um aquietamento deste ritmo acelerado que vivemos, uma experiência para nos sentirmos parte da natureza.

O curso é indicado para pessoas a partir de 14 anos, que queiram aprofundar sua experiência de autoconhecimento por meio do contato com a natureza. No qual trabalharemos temas como Ecologia profunda, através de vivências sensitivas na natureza; pratica de respiração consciente, silencio e meditação; ampliação da percepção e comunicação com a natureza; e estudo da função ecológica do ser humano.”

Ficou interessad@a? Clique aqui e acesse a página com informações sobre o próximo curso Ecologia Profunda e Encontro com Baleias, de 22 a 26 de julho


João Vianna é fotografo de natureza, land artist. Vive em Piracanga há 10 anos, viveu em Fernando de Noronha e viaja pelo mundo retratando a beleza da natureza. Foi membro da Comunidade Inkiri até 2016, tendo criado projetos de sustentabilidade local em Piracanga, e conhece bem a natureza da região.