Quando falamos sobre as águas do planeta, você lembra que você também é uma parte importante dessas águas? 

águas
Ilustração feita por Drica Voivodic para divulgação do livro “Somos Água”

Talvez em primeiro plano nos lembramos das águas que estão em contato direto conosco, como a água que bebemos, tomamos banho e limpamos a nossa casa. Em uma visão um pouco mais ampla, podemos também nos lembrar da natureza com seus rios, mares e cachoeiras. Mas nós também fazemos parte, conta Juliana Faber, guardiã das nossas águas e responsável pelo projeto Plante! Inkiri. Confira no texto abaixo o que ela nos contou. 

Pouco mais de 70% do corpo humano é formado por água e isso é o que torna você uma parte importante do ciclo das águas no planeta em que vivemos. De certa forma, todos nos sabemos dessa informação, mas você já teve a oportunidade de vivenciar esse ciclo na prática?

CUIDADO DAS ÁGUAS É UM PILAR

Na Comunidade Inkiri nós temos esse cuidado das águas como um pilar, para que todo visitante que chegue até o nosso espaço possa não só conhecer esse ciclo, mas também ver e vivenciar ele de maneira prática. E você pode ter essa experiência se vem para visitar, fazer algum curso ou imersão aqui.

Segundo a Juliana Faber – guardiã do Templo das Águas na Comunidade Inkiri – antes mesmo de chegar até o nosso espaço, o contato com esse ciclo já se inicia. Isso acontece quando você decide vir até aqui e toma ciência dos nossos acordos de permanência do espaço, onde um dos principais deles é o uso de produtos 100% biodegradáveis. Esse é o ponto inicial da sua entrada com consciência na experiência dos ciclo das águas, e por isso, talvez você tenha que re-organizar a mala, conferir o rótulo de alguns produtos ou simplesmente deixar um espaço vazio para adquirir os produtos quando chegar aqui. Para nós, o cuidado das águas está em nossas mãos. 

Ao chegar em Inkiri Piracanga, você já estará fazendo parte de um grandioso ciclo de cuidado com as águas, desde o momento onde você escova os dentes, se banha no rio ou bebe um copo de água. Para que você consiga compreender melhor, dividimos essa experiência em duas partes: contato direto e contato indireto.

CONTATO DIRETO

Contato direto é a experiência prática que você irá viver, as informações que você terá acesso e a sua adaptação física e biológica a esse ciclo, mas isso pode acontecer de muitas formas.

  •       A primeira e mais direta de todas, vai ser o seu contato com a Plante! a nossa loja de produtos de higiene pessoal e limpeza biodegradáveis. Você sentira gostos, texturas e aromas diferentes do que talvez esteja habituado. Verá nos rótulos todos os ingredientes naturais que são utilizados para fazer esse produto e poderá sentir a adaptação do seu corpo com a utilização de produtos com ingredientes mais naturais.
  •       O segundo contato direto que você pode ter, é conhecer o Templo das Águas, que é o núcleo de cuidado das águas e soluções em pequena escala. Essa experiência, mostrará para você que os produtos que você usar no tempo que estiver aqui, são todos produzidos em um pequeno espaço que lembra muito uma cozinha. E isso não acontece por acaso não! É exatamente para que você possa ver que essa solução ecológica pode ser mais simples do que você imagina e totalmente acessível para a sua realidade.
  •       Por fim e não menos importante, você verá muitas informações sobre como o ciclo das águas acontece aqui na Comunidade, para que 100% dos seus resíduos ligados as águas, possam ser tratados e devolvidos para o ciclo natural. Você pode conhecer essas informações através de placas, informativos, mensagens, palestra ou até mesmo pela Visita Guiada (atividade que apresenta todo espaço do Centro Inkiri e seus Projetos).

 A Juli ainda ressalta que grande parte do trabalho com as Águas que acontece aqui em Inkiri é para que todos possam perceber como tem sido seu próprio impacto no ambiente onde vivem, e trazer a reflexão sobre o quanto os nossos atos são capazes de afetar a nós mesmo.

CONTATO INDIRETO

Porém, existe a experiência de um contato indireto, que pode acontecer de acordo com a sua vivência e as suas reflexões individuais, que estão ligados com a consciência e as pontes de autoconhecimento que você será capaz de construir durante sua estadia. A Juliana, como guardiã do núcleo de cuidado das águas, nos traz muito a consciência desse contato indireto, nos falando sobre o nosso cuidado com as nossa águas internas e externas. Ela relembra, que a água tem memórias e que isso se reflete no poder de cura que temos sobre o nosso próprio corpo.

Para deixar essa experiência mais clara, Juli, como carinhosamente é chamada, nos convida a fazer o experimento do arroz, para testarmos a influência que temos sobre as águas do nosso corpo. É uma experiência simples para fazer em casa.

EXPERIMENTO DO ARROZ:

Você só vai precisar de:

– Arroz cozido apenas com água.

– 3 potes de vidro com tampa.

– Uma caneta.

Modo de Preparo:

Para fazer o experimento, você só precisa colocar duas colheres do arroz já cozido em cada um dos potes, fechar os potes e com a caneta, escrever em um pote a palavra AMOR, em outro pote a palavra INDIFERENÇA e no último pote a palavra ÓDIO. Aguardar e observar os potes durante mais o menos 3 meses.

águas

Com essa experiência, você poderá ver como a água do arroz vai se transformando apenas com a influência das palavras que estão escritas neste pote. Você verá a água adoecendo com palavras negativas e como ela capaz de se manter limpa com palavras positivas. A guardiã do Templo das Águas nos explica que o mesmo acontece com o nosso corpo, podemos adoecer ou nos curar apenas com as palavras e pensamentos que dizemos e ouvimos todos os dias.

E após esse duplo contato, você verá que esse ciclo não se encerra quando você volta novamente para sua realidade, pois você agora terá a possibilidade de levar toda essa experiência para sua realidade. E é nesse momento em que nós encorajamos você a aceitar a sua realidade e fazer o que te é possível!

POR ONDE COMEÇAR? 

Fizemos uma pequena lista de cuidados que temos aqui na Comunidade Inkiri que são totalmente possíveis de ser aplicadas em qualquer lugar que você esteja, são elas:

  •       Uso de produtos biodegradáveis
  •       Uso consciente da água
  •       Reutilização de água
  •       Encontrar hábitos de vida mais sustentáveis para sua realidade
  •       Adquirir mais informações e expandir a sua consciência sobre esse assunto
  •       Criar redes de apoio com amigos, família e vizinhos para sustentação desses hábitos

Quer saber o que mais você pode fazer pela água? Falamos um pouco mais sobre isso no texto “A água está nas nossas mãos“.
Agora que você já sabe que é parte importante no ciclo das águas, você já pode fazer sua mudança, cuidando das suas águas internas e externas. Só não se esqueça:

“Você só precisa dar o primeiro passo, que depois as coisas acontecem. Por que sim, a minha ação faz a diferença!”  (Juliana Faber)