Em Inkiri Piracanga, a vida em comunidade ajuda a ter clareza de que é preciso cuidar da natureza e do nosso planeta sempre. Uma das técnicas que utilizamos para alcançar esse objetivo é a Permacultura.

Responsável pelo Ecologia Inkiri, núcleo de gestão ambiental que desenvolve práticas em regeneração e sustentabilidade, e capitã da Escola da Natureza Inkiri, Maíra Sagnori explica que Permacultura é um termo que foi criado na Austrália, na década de 70. Isso aconteceu quando algumas pessoas começaram a desenvolver práticas inspiradas pelo desejo de criar fazendas autossustentáveis e com impacto regenerativo no ecossistema. É um conceito de uma cultura permanente, em que um assentamento humano interage com o ambiente de maneira a potencializar e diversificar as fontes de recursos.

Ficou interessad@? Conheça 10 iniciativas com base na Permacultura que a Comunidade Inkiri coloca em prática:

1 – Compostamos 100% dos nossos resíduos orgânicos

Cada tipo de material recebe um tratamento específico: restos de comidas, materiais de poda e até papel higiênico se transformam em adubo. Assim, reduzimos a necessidade de insumos externos. Além disso, a compostagem é o primeiro passo para que o reaproveitamento de outros materiais seja possível, visto que a contaminação desses materiais com resíduos orgânicos inviabiliza a reciclagem.

2 – Para nós, lixo não existe

Fazemos a separação dos nossos resíduos, dando o destino correto a cada tipo de material. A partir daí, muitos são reaproveitados aqui mesmo na Comunidade Inkiri. Além disso, evitamos produtos não recicláveis (o que inclui as embalagens). Para que essa cultura seja possível, desenvolvemos um contínuo trabalho de educação ambiental e contamos com a colaboração e a participação ativa de todos os moradores da Ecovila de Piracanga, assim como a dos visitantes.

3 – Plantamos a nossa própria comida

Em Inkiri Piracanga, temos uma horta agroecológica e algumas áreas de reflorestamento com agroflorestas, além da cultivarmos a iniciativa de uma CSA (Comunidade que Sustenta Agricultura), em parceria com um assentamento próximo. Também fortalecemos a agricultura familiar na região, promovendo feiras orgânicas três vezes por semana para atender às necessidades de todos os moradores, tanto da Comunidade Inkiri quanto da Ecovila de Piracanga.

4 – A nossa energia vem do sol

Em todas as nossas casas, temos sistemas de placas fotovoltaicas para o abastecimento de energia elétrica. Somos uma comunidade de baixo consumo energético, adotamos um estilo de vida simples em que consumimos menos de 10% da média mundial.

 

5 – Temos um sistema completo de saneamento ecológico

Nossa água é 100% tratada por sistemas ecológicos. Contamos com círculos de bananeiras, que recebem as águas cinzas (torneiras e chuveiros), e as bacias de evapotranspiração, responsáveis pela águas dos sanitários. Ou seja, o nosso tratamento da água é um exemplo de ecologia para o mundo, pois prezamos por não poluí-las com produtos químicos.

6 – Amamos os banheiros secos

Em Inkiri Piracanga, adotamos modelos diversos de banheiros secos e semi-seco. Neles, as fezes são tratadas com serragem e, após um longo período de descanso, se transformam em adubo para o reflorestamento do nosso solo. Podemos dizer que, além de ser um aprendizado ecológico, utilizar o banheiro seco é também parte do nosso processo de autoconhecimento.

7 – Usamos apenas produtos 100% biodegradáveis

Desde cosméticos, passando por produtos de higiene pessoal, até materiais de limpeza, absolutamente tudo deve ser natural e biodegradável por aqui. Este é um dos nossos principais acordos! Oferecemos opções produzidas aqui na Comunidade, no nosso Templo das Águas, de forma artesanal e com muito amor. Temos até uma loja virtual, caso você queira experimentar um dos produtos da Plante! Inkiri na sua casa!

8 – Compensamos as nossas emissões de carbono

Todo carbono emitido pelo consumo de gás de cozinha e combustível fóssil para os nossos carros são compensados com o plantio de árvores e o apoio a agricultura familiar. Temos uma parceria com o Movimento Mecenas da Vida, que desenvolve o programa Turismo CO2 Legal. Através dele, estabelecimentos turísticos compensam o impacto das suas atividades investindo em reflorestamento. Quando uma pessoa vem visitar o Centro Inkiri, os transportes para a sua chegada e a sua saída também são compensados com uma taxa de pegada ecológica que é direcionada ao programa.

9 – Amamos a bioconstrução

Somos referência em bioconstrução, com grandes casas feitas de materiais naturais e reaproveitados e design passivo, de baixo consumo de energia. Muitas das nossas construções foram feitas em mutirões e trabalho coletivo, que também faz parte do conceito de bioconstrução.

 

10 – Não comemos carne

A produção de gado é a atividade de maior impacto a nível global e também regional. Impacta os ecossistemas, com a retirada de florestas para a criação de pastos, e consequentemente gera desequilíbrios climáticos graves, com o aumento da temperatura global. Em Inkiri Piracanga, temos dois restaurantes e uma loja de alimentos 100% veganos, onde desenvolvemos receitas maravilhosas, que inspiram muitas pessoas a, no mínimo, reduzirem o consumo de carne e produtos de origem animal no seu dia a dia.

 

Reconhecemos que fazer a nossa parte e cuidar do impacto gerado por uma comunidade de cerca de 250 pessoas é uma grande vitória, a partir do momento que resguardamos um verdadeiro paraíso natural. Sabemos também da urgência de chamarmos atenção para o tema, para a importância da expansão dessa cultura, que precisa ganhar força em todo o planeta.

É pensando nisso que compartilhamos a nossa experiência e criamos programas direcionados para pessoas que querem conhecer mais a fundo as nossas atividades no campo da sustentabilidade e da geração de impactos regenerativos ao ambiente.

Uma grande oportunidade ter contato com tudo isso e ainda aprender um pouco mais é durante o programa Trabalho e Vida Permacultura. Clique aqui para saber mais sobre a próxima imersão, que acontecerá de 9 a 29 de junho, e fazer a sua inscrição!


Maíra Sagnori de Mattos é graduada em Ciências Biológicas na Universidade Federal do Rio de Janeiro, com atuação nas seguintes áreas: educação ambiental, agroecologia e permacultura. Possui experiência em implantação e manejos de agroecossistemas e recuperação de áreas degradadas. Antes de vir para Inkiri Piracanga, atuou em agricultura familiar, junto a cooperativas e associações de agricultores da região periurbana do Rio de Janeiro, e também em comunidade tradicional (caiçaras).

É membro da Comunidade Inkiri em Piracanga, na Bahia, é responsável pelo Ecologia Inkiri, núcleo que desenvolve alternativas práticas em sustentabilidade, e faz parte da Escola da Natureza Inkiri, que oferece cursos de permacultura e vivência em comunidade.