Libertação, leveza, resgate da espontaneidade: soltar-se, permitir-se romper com condicionamentos e rigidez. Se expor e encontrar a diversão em rir de si mesmo

O Circo Inkiri Vagalume trabalha com palhaçaria, trapézio e tecido, música e técnicas de improvisação cômica. Todas essas possibilidades de nos reconhecermos com mais alegria e humor. O bom humor é o maior encanto da vida e quando temos a possibilidade de rir de nós mesmos, em grupo, deixamos ir aquela carga que muitas vezes carregamos no dia a dia, mesmo sem perceber, ao levarmos a vida a sério demais.

Escola do Circo Inkiri Vagalume

Trabalhamos em parceria com a Escola Inkiri em aulas de tecido, trapézio, expressão corporal, improvisação, palhaçaria e mímica. Estamos abertos a todas as artes possíveis e produzimos espetáculos com a ajuda das crianças.

Vivências

Oferecemos eventualmente a vivência de um dia “Despertar do Palhaço” – sessão que abre a oportunidade de reconhecermos nossos medos, vergonhas e os controles da mente para então despertarmos a confiança, a coragem, o trabalho em equipe e o amor.

Espetáculos

Trabalhamos na criação de cenas baseadas na improvisação, aperfeiçoamento de números de clown (palhaçaria) e na preparação de espetáculos que contam frequentemente com números de trapézio e tecido, quase todos os meses no Centro Inkiri Piracanga.

Retiros

O “Retiro do Despertar do Palhaço Interior” acontece durante 4 dias e oferece técnicas de clown como parte do trabalho de autoconhecimento e auto confiança além de dinâmicas que trabalham soltura como dança, música, yoga, aulas de teatro físico, mímica e encontros com o mar.

Ao contrário do teatro onde criamos um personagem, no Circo Inkiri Vagalume vamos nos despindo de camadas que encobrem nosso verdadeiro palhaço, seja ele engraçado, questionador ou quem sabe mal humorado. O palhaço interior coloca sempre uma lente de aumento em um aspecto da sua personalidade, ele não é algo construído ou imaginado, por isso é um trabalho de auto-descoberta muito divertido.

Trabalhar o palhaço interior é justamente brincar com nossas máscaras, colocar um holofote de luz nelas rindo dos dramas, dos personagens que criamos, da auto-sabotagem que por vezes nos submetemos.

O palhaço se diverte e expressa a arte a serviço desse olhar amplo e verdadeiro sobre si mesmo.

Se desejar participar ou tirar dúvidas, entre em contato pelo formulário abaixo. Gratidão!