Analu Caldas e Rael Godoy, da Música Inkiri, membros da Comunidade Inkiri

Por Analu Caldas & Rael Godoy*

Uma das práticas que cultivamos aqui em Inkiri Piracanga é entoar Mantras. Fazemos isso cantando – por vezes com muitos instrumentos e arranjos musicais – mas também simplesmente entoando usando a voz falada e até mesmo em silêncio, repetindo o Mantra mentalmente. Muitas vezes também trabalhamos ou aproveitamos os momentos de lazer ou em família ouvindo gravações de músicas com Mantras pelas nossas caixas de som. Usamos os Mantras em momentos de recolhimento meditativo, em rituais devocionais e até mesmo nas nossas festas e celebrações com muita música e alegria.

Um Mantra é uma vibração sonora que, entoada corretamente, pode trazer vários benefícios a nível emocional, físico, mental e espiritual. Os Mantras ajudam a acalmar a mente e a relaxar, nos colocam num estado além dos nossos cinco sentidos, nos permitindo experienciar momentos de paz. Apesar de o Mantra por si só agir em todo o nosso sistema, o que potencializa o poder dessa ferramenta é a intenção que colocamos ao entoar o Mantra, assim como a consciência que temos do seu conteúdo. Cada Mantra tem uma história, um significado e atua numa área diferente da nossa vida, do nosso corpo e da nossa biografia.

O Mahamantra, por exemplo, traz alegria de viver quando praticado, e é um pedido pra que fiquemos no caminho da nossa missão, do nosso propósito. Traz também amorosidade, paz, entusiamo, tranquilidade e espontaneidade. Alguns o chamam de “o grande Mantra da felicidade”. Nós sempre o cantamos nas nossas festas, nas celebrações e nos momentos de alegria. Ele é o famoso Mantra de Krishna, que diz:

Hare Krishna, Hare Krishna,
Krishna Krishna, Hare Hare,
Hare Rama, Hare Rama,
Rama Rama, Hare Hare

O poder dos Mantras está além das imagens e das palavras. Para aqueles que buscam, eles podem trazer cura, insights e compreensões, clareza, podem aliviar tensões e dores e provocar estado meditativo. Quando temos uma intenção específica, eles também podem nos ajudar a realizar desejos, iniciar projetos, obter sucesso, recuperar força e amor próprio, ajudar em mudança de atitudes e hábitos, podem aliviar os medos e também ser eficazes para lidar com problemas de saúde.

Nós praticamos Mantras, porque gostamos muito, porque nos sentimos bem e quando fazemos isso juntos sentimos essa força ainda mais fortemente. Então mesmo quando não praticamos os Mantras com nenhum objetivo, os seus inúmeros benefícios se fazem notar. Entre eles, podemos destacar o aumento da imunidade, desenvolvimento da compaixão e alívio de estresse, ansiedade e depressão, aumento da atenção e da concentração, renovação do metabolismo, vigor físico, emocional e mental.

Notamos aqui que a prática dedicada com os Mantras cria mais harmonia no convívio com as pessoas, revitaliza o coração, relaxa os músculos respiratórios e traz estabilidade emocional. Conta-se também que alivia síndromes, acelera a capacidade de processamento do cérebro e reduz o risco de doenças cardíacas.

Essas antigas palavras vêm sido entoadas por milhões de pessoas, algumas há milhares de anos. Existem Mantras em muitas línguas e que produzem efeitos tão diversos quanto a própria vida. Aqui estamos estudando alguns deles, principalmente aqueles que vêm da Índia e são em sânscrito, uma antiga língua sagrada. Escolhemos essa prática, pois sentimos que ela nos abre as portas para os aspectos positivos da vida, pra tudo aquilo que é belo e divino, ou seja: os Mantras nos abrem as portas dos céus.


INSCREVA-SE NO RETIRO DE MÚSICA E MANTRAS (2 A 5/OUT)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *