Inkiri Piracanga recebeu uma visita muito especial no mês de julho: o embaixador da Federação de Comunidades de Damanhur, na Itália, Crótalo Sésamo esteve por aqui para ministrar cursos e palestras, além de fazer atendimentos individuais e participar de reuniões com a Comunidade Inkiri (Assista a entrevista com Crótalo abaixo). Damanhur é uma comunidade parceira e modelo de grande inspiração para Inkiri Piracanga.

Durante três dias, Crótalo explicou o funcionamento da federação italiana de comunidades – que tem 42 anos de existência – e falou sobre sonhos, acordos, dificuldades e a estrutura organizacional. Hoje, Damanhur tem cerca de mil participantes, sendo 650 membros da comunidade e mais 350 pessoas próximas, que auxiliam e contribuem com o sonho de alguma maneira.

“Comunidades são instrumentos para a criação de sonhos. É uma forma de alcançar um objetivo que não se conseguiria sozinho”, explicou Crótalo. “E sonhos se baseiam em valores, valores profundos”.

Entrevista com Crótalo Sésamo

Confirma abaixo uma entrevista que fizemos com o Crótalo, em que ele aprofunda sobre o tema das comunidades e compartilha a experiência de Damanhur.

Damanhur nasceu como um experimento social e hoje é como um pequeno país que sustenta o sonho de inspirar as pessoas através de um modelo de vida social e espiritual. A federação conta até com o reconhecimento da ONU (Organização das Nações Unidas).

“Se você está em uma comunidade, precisa estar disposto a se transformar. Você chega para dar o melhor de si e esse seu melhor vai contribuir para algo maior, um sonho que não é só seu, é coletivo. Isso é um grande nível de comprometimento e de responsabilidade. São os seus valores em ação. Viver em comunidade é um exercício espiritual diário”.

“Estou aqui para chacoalhar vocês”

Essa frase foi repetida pelo embaixador de Damanhur várias vezes durante o segundo curso ministrado por ele em Inkiri Piracanga, o Física Espiritual 1 e 2. O curso tratou de temas que rompem com muitas crenças mantidas pelo senso comum quando o assunto é espiritualidade, como:

  • Planos além da matéria

  • Estrutura e a jornada da alma

  • Criação de divindades

  • Personalidades que integram a nossa origem divina

  • Símbolos energéticos e geometria sagrada

“Um dos objetivos desta pesquisa espiritual é permitir a abertura para um entendimento diferente para que possamos explorar os mistérios do nosso universo. Assim, expandimos a percepção de nós mesmos e nos tornamos capazes de criar e promover estilos de vida mais harmônicos”, explicou.

A “chacoalhada” dada por Crótalo continuou no último seminário, que abordou o constante reequilíbrio na história humana, a criação de alianças entre seres humanos e divindades e a origem das diferentes vertentes evolutivas do surgimento humano na Terra – uma viagem pelas nossas histórias perdidas.

“O universo é muito mais antigo do que está escrito nos livros de história. Entender as civilizações antigas da humanidade permite o acesso a memórias adormecidas dentro de nós e que são essenciais se quisermos nos desenvolver no projeto evolutivo que todos nós participamos como uma espécie humana”, concluiu.


Em dezembro, Crótalo volta a Inkiri Piracanga com quatro cursos

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *