IMG_9951
Este foi o quadro que o pintor Tulio Andrade cedeu para ser sorteado entre um de nós e quem ganhou foi a querida Larissa Crantschaninov, participante da Escola de Serviço =)

Na última quarta-feira, 24 de agosto, o Espaço Cultural do Centro Inkiri recebeu a primeira vernissage da sua história, e ainda um leilão beneficente com os quadros de Tulio Andrade, que chegou para se hospedar mas acabou se envolvendo com muito mais do que poderia imaginar: “Produzi seis quadros com toda energia de arte que existe aqui, numa média de um quadro a cada dois dias, de uma maneira que eu nunca fiz na vida. Esse lugar inspira. Uma enorme gratidão ao Espaço Cultural”, disse Tulio em uma de suas falas durante o evento.

Para Gabriela Unibazo, guardiã do Espaço, a junção dos fatores que culminaram na vernissage também foi uma grata surpresa: “Esse evento é uma realização de um sonho, faz muito tempo que eu quero que esse espaço receba artistas, pessoas com histórias, algo para compartilhar e inspirar. Quando o Tulio me pediu se poderia usar nosso espaço para pintar, eu pensei: ‘Uau, vai acontecer!’. Me inspirou tanto chegar aqui e ver você pintando, inspirando as pessoas que chegavam, e eu vi que estamos vibrando para fazer isso acontecer”.

IMG_9868

Tulio, em seu traje “esporte fino piracanguense”, posa ao lado de uma das suas obras

Tulio Andrade já teve obras expostas no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, além de quadros vendidos por todo o Brasil e no Uruguai. Embora tenha nome no meio das Artes Plásticas, sua ocupação principal é a de arquiteto urbanista, profissão que desempenhou por 40 anos no Rio Grande do Sul e no Rio de Janeiro.

Mas, para usar as palavras do convite feito aos moradores pelo Espaço Cultural, “o que toca o nosso coração mesmo é o fato de ele ser pai da Antônia, nossa amada amiga que viveu conosco por um tempo e que, por sua vez, é responsável por “contaminar” o pai com esse amor e gratidão por Piracanga que todos nós conhecemos bem.”

Tulio doou todo o dinheiro arrecadado com as obras para o Espaço Cultural, inclusive o valor do quadro que retrata o Circo Inkiri Vagalume, leiloado com muito habilidade pelo nosso “leiloeiro de primeira viagem” Carlos Amaral, membro da Comunidade Inkiri, produtor artístico e guardião do projeto de Música. O público começou tímido, mas logo os lances surgiram e o leilão se encerrou com o valor de R$ 400 pelo quadro.

Para o Espaço Cultural, este foi um momento histórico: “Fomos presenteados com um olhar poético de um pintor e urbanista que registrou em tinta óleo paisagens de nossa natureza e de nosso amado Circo”.

Circo Vagalume na visão de Tulio Andrade

Circo Inkiri Vagalume pelos traços de Tulio Andrade: a tela foi a leilão, com lance final de R$ 400!

 

IMG_9921
A vernissage aconteceu no início da noite e teve música ao vivo e canapés crudiveganos, além da preparação feita pelo pessoal do Espaço Cultural, que deixou confortável e aconchegante o espaço multiuso. As crianças também vieram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *