Por Juliana Faber, membro da Comunidade Inkiri e facilitadora do retiro Viva Simples | Ferramentas para um novo estilo de vida

Se há algo comum a todos os seres humanos é que todos queremos viver felizes e em paz. Mas onde mora essa tal felicidade e a paz que tanto buscamos?

Se você olha para sua vida, para a correria do dia a dia, para as tantas coisas a fazer e sustentar e se sente cansado e sem ânimo, talvez seja o momento de parar e simplificar.

Simplicidade não é sinônimo de privação ou desconforto, pelo contrário. Buscar e escolher a simplicidade é se ater ao que é mais importante na vida, é não carregar tantos pesos, é escolher ter tempo de sorrir e desfrutar momentos com quem se ama, é ver que a Natureza nos oferece soluções para tudo e que através disso podemos viver em harmonia e integrados no todo.

Criamos tantas necessidades no decorrer do tempo e para sustentar essas necessidades investimos tempo e energia que poderíamos estar investindo para o que nos deixa bem, para o que contribui para nos tornarmos seres humanos melhores.

Será que precisamos de tantos eletrodomésticos, tantas roupas, maquiagens, cosméticos, tantos eletrônicos, tantas informações? Por que buscamos tantas coisas? E se parássemos para respirar, para ver o pôr do sol, para abraçar um amigo, para brincar com o filho, para saborear uma comida feita com as próprias mãos? Nem sempre conseguimos perceber, mas esses momentos nos preenchem muito mais do que tudo o que carregamos, consumimos e compramos.

O caminho para a simplicidade envolve nos conectarmos com a Natureza, com a nossa própria natureza e com aquela da qual somos parte.

A Natureza sempre nos dá soluções simples, que fecham o ciclo, que direcionam a energia para a regeneração e evolução da vida. Adotando essas soluções, nos sentimos parte do todo, percebemos nosso lugar no mundo e nos conectamos com a essência do nosso Ser.

A Natureza nos inspira. Desfrutar de momentos na Natureza é perceber a imensidão e a perfeição da vida, que nos faz ver que tudo tem um sentido e uma perfeição intrínseca. Nada acontece por acaso nesse mundo, tudo faz parte de um todo, de uma inteligência maior.

Te convido a entrar em contato com a Natureza e repensar seus hábitos, observando-os com profundidade e iniciar um caminho de volta à simplicidade, descartando o que não serve e colocando tudo aquilo que você valoriza em seu devido lugar. Pode parecer difícil, mas não é. Coloque a intenção e você verá que a Vida te trará tudo o que você precisa.

E para inspirar, vai aí um simples poema:

Simplicidade, felicidade…
Simplicidade… Simplicidade…
Ser como as rosas, o céu sem fim,
a árvore, o rio… Por que não há de
ser toda gente também assim?
Ser como as rosas: bocas vermelhas
que não disseram nunca a ninguém
que têm perfumes… Mas as abelhas
e os homens sabem o que elas têm!
Ser como o espaço, que é azul de longe,
de perto é nada… Mas que o vê
– árvores, aves, olhos de monge… –
busca-o sem mesmo saber por quê.
Ser como o rio cheio de graça,
que move o moinho, dá vida ao lar,
fecunda terras… E, rindo, passa,
despretensioso, sempre a cantar.
Ou ser como a árvore: aos lavradores
dá lenha e fruto, dá sombra e paz;
dá ninho às aves; ao inseto, flores…
Mas nada sabe do bem que faz.
Felicidade – sonho sombrio!
Feliz é o simples que sabe ser
como o ar, as rosas, a árvore, o rio:
simples, mas simples sem o saber!
Guilherme de Almeida


INSCREVA-SE no Retiro Viva Simples | Ferramentas para um novo estilo de vida
de 10 a 14 de setembro no Centro Inkiri Piracanga


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *