logo inkiri novo

“Inkiri” é um cumprimento usado por uma tribo que viveu há muitos anos aqui na região de Piracanga, na Península de Maraú (BA), e significa “O amor em mim saúda o amor em você”. Ele inspira o nosso sonho: reconhecer e manifestar o Amor e a Verdade que existe em nós, em todos e em todos os lugares.

Somos uma comunidade intencional comprometida com a realização deste sonho, e que é formada por cerca de 40 adultos e 18 crianças e adolescentes. Nos dedicamos ao nosso autoconhecimento e oferecemos as ferramentas que utilizamos a quem vem participar dos nossos cursos, retiros e programas.

Hoje, a maioria dos membros da comunidade tem o líder humanitário Sri Prem Baba como mestre espiritual. Por isso, estamos cada vez mais alinhados com o movimento criado por ele, o Awaken LOVE.

A líder da Comunidade Inkiri é Angelina Ataíde, fundadora da ecovila de Piracanga e da Comunidade Inkiri. Foi o sonho de infância de Angelina, de criar um mundo de felicidade sem sofrimento, que abriu as portas para estarmos hoje movimentando o Sonho Inkiri.

Comunidade Inkiri reunida para a nossa foto de família “versão 2017”

Membros Efetivos da Comunidade Inkiri

(última atualização: 30/ABR/2018)

 Analu Angelina 3 Beto Bruno 2 Celeste  FNC_5908 FNC_5909 Francisco Franco Fred 3  Gabi Chavantes Gaby Unibazo Inti 2 Iris  Karina 1         Pablo Pedro Rael 2 Rafa Silvina 3    Vanessa 1 Zaida

  • Ana Patrícia Fernandes Faria
  • Ana Luiza Caldas (Analu)
  • Angelina Ataíde
  • Bruno Tambellini
  • Celeste Chiarotti
  • Diego Matar Wawrzeniak
  • Francisco Diez
  • Frederico Behrends
  • Gabriela Chavantes
  • Gabriela Unibazo
  • Janaína Riccioppo
  • José Luís Ataíde
  • Juliana Faber
  • Karina Clark Barcellos Dias
  • Lucas André Ariza Rotta
  • Maíra Sagnori de Mattos
  • Maurício Castillo Ocampo
  • Ornella Ganduglia
  • Pablo Jose Caceres Iriarte
  • Pedro Luis de Almeida Camilo
  • Peggy Jeanne Marie Mars
  • Prem Advayat (Thomas Bisinger)
  • Rael Soares de Godoy
  • Rafael Eiji Yamada
  • María del Rosario Gómez Saavedra
  • Roberto Madureira (Betão)
  • Silvina Dayan
  • Vanessa Ruiz Batista
  • Zaida Sampayo

Uma breve história da antiga Tribo Inkiri

Contam as histórias perdidas da humanidade, que houve um tempo em que todos os seres viviam livres, felizes, em paz e conectados com a natureza pois se reconheciam como parte dela. Nessa época, às margens do rio Piracanga, vivia uma tribo indígena que se saudava dizendo “inkiri”. Um cumprimento que, assim como diferentes palavras em diferentes culturas, significava “o Amor em mim saúda o Amor em você”.

Nessa tribo, pessoas de todas as idades viviam em harmonia. As crianças eram livres: podiam brincar e se desenvolver, sempre sob o carinho e cuidado de todos os adultos. Os jovens dedicavam seus dons e talentos para se expressar e materializar tudo aquilo que seus corações lhes pediam. E os mais velhos, os anciões, contribuíam com toda a sua sabedoria e experiência para o sustento da tribo. Cada um tinha seu papel e viviam de maneira simples, unidos e com muito amor.

Ali, não havia julgamento, e a alegria e a espontaneidade reinavam. Eles riam dos seus próprios erros e viviam o momento presente sem apegos, sem saudosismo nem planos futuros que os tirassem do seu estado natural de paz.

Há cerca de 700 anos, a tribo Inkiri deixou de existir desta forma, mas não sem antes imprimir em cada pedaço de terra por onde passou o legado de viver a simplicidade, a natureza e o Amor.

Nós, da Comunidade Inkiri, escolhemos nos inspirar nessa história! Nossa ideia não é recriar a mesma vida que eles tinham, mas honrar seus ensinamentos e trabalhar para que, hoje, no nosso modo de viver, possamos encontrar os caminhos que nos levam de volta à União.


Conheça os nossos pilares