EM PORTUGUÊS (VERSIÓN EN ESPAÑOL AL FINAL)

comunicado-mandalas-v2

Queridas amigas e amigos,

Há algum tempo ficamos sabendo da existência de “Mandalas da Abundância”, “Telares/Teares dos Sonhos” e outros grupos anônimos que oferecem a participação em rodas de cura do feminino e do masculino, da relação com dinheiro e abundância, agora também com o nome de “Fractal” (e imagino que outros nomes possam surgir).

Vejo muitas pessoas associando esses grupos a Piracanga de forma muito distorcida para incentivar e atrair a participação de mais pessoas. Por isso chegou o momento de me posicionar.

Preciso deixar claro que esses movimentos nada têm a ver comigo, com a Comunidade Inkiri de Piracanga, com a Escola de Leitura de Aura das Rosas, com a Universidade Viva Inkiri, com nenhum de nossos Projetos Inkiri, Programas de Imersão e nada do que é oferecido aqui no Centro Inkiri Piracanga como Cursos e Retiros.

Para os que já estão dentro participando desses grupos, este texto não é um ataque a você, não é algo pessoal. Ele está sendo escrito com muito carinho e cuidado, pois sei que sua participação nesses grupos e a vontade de trazer mais pessoas para dentro vem de acreditar que é muito bom, traz muita cura e gera abundância. Eu vejo, contudo, o contrário disso e não me posicionar, não trazer a clareza sobre o que vejo, seria me omitir de uma responsabilidade. Explico as razões.

Para participar desses movimentos, é preciso oferecer um “presente” em dinheiro e trazer outras pessoas que façam o mesmo, com a promessa de que, passando por todas as etapas, você receberá uma quantia muito grande em dinheiro depois. Alguns de fato recebem muito dinheiro e é isso que alimenta a esperança.

Apesar de ter chegado a mim que dentro desses movimentos acontecem muitas partilhas, apoio e carinho (sobre isso, nada tenho a dizer pois é bom ver as pessoas se unirem e se cuidarem), existe sim uma questão em relação à dinâmica financeira/econômica em que esses grupos se baseiam. Para uns ganharem, muitos terão que perder. É um esquema de pirâmide financeira redesenhado em forma de mandalas, círculos, rodas e fractais. Apesar de todas as explicações que tentam mostrar que não é uma pirâmide, nada muda o fato. Além de ser considerado crime contra a economia popular no Brasil e em outros países do mundo (por isso é anônimo e não pode contar para ninguém), existe toda a questão energética e kármica que se acumula. Quando alguém perde para você ganhar, essa ação gera reação, você tendo consciência sobre isso ou não. Aqui está o ponto central que torna essas práticas incorretas.

Acredito, do fundo do meu coração, que quem está participando não tem a intenção de fazer mal a ninguém, enganar outras pessoas e fazer maldade. Digo isso pois conheço muitas pessoas que amo muito que acabaram se envolvendo e que sei que seriam incapazes de fazer isso conscientemente. Digo isso, pois não quero alimentar conflitos e acusações entre os envolvidos e quem é convidado a participar. O envolvimento parte da inocência e por isso precisamos ter muito amor e compaixão entre todos nós. O mundo já tem muita acusação e ataques para todos os lados. Não é o momento daqueles que acreditam em transformar a humanidade pelo amor se atacarem.

Temos a possibilidade de transformar toda essa história num grande aprendizado em que cuidamos uns dos outros.

Se você for convidado a participar, recomendo que busque informação e tenha clareza da responsabilidade que implica se envolver. Para quem já participa e começa a perceber sua responsabilidade, não é hora de culpar ninguém por isso. O momento em que tomamos consciência de algo é quando podemos escolher mudar e ter a consciência tranquila.

Clicando aqui, você encontra mais informações sobre como funciona a estrutura financeira desses grupos e orientações caso você já participe e não saiba o que fazer. Se precisar de mais alguma orientação, você pode mandar e-mail para comunicacao@inkiri.com.

Com todo o meu amor,

Angelina Ataíde
Líder da Comunidade Inkiri de Piracanga


EN ESPAÑOL

Queridas amigas y amigos,

Hace un tiempo ya nos enteramos de la existencia de “Mandalas de la Abundancia”, “Telares de los Sueños” y otros grupos anónimos que ofrecen la participación en ruedas de cura del femenino, del masculino y relación con dinero y abundancia, ahora también con el nombre “Fractal” (e imagino que otros nombres puedan surgir).

Veo muchas personas asociando esos grupos a Piracanga de forma muy distorsionada para incentivar y atraer la participación de más personas. Por eso llegó el momento de posicionarme.

Necesito dejar claro que esos movimientos nada tienen que ver conmigo, con la Comunidad Inkiri de Piracanga, con la Escuela de Lectura de Aura de las Rosas, con la Universidad Viva Inkiri, con ninguno de nuestros Proyectos Inkiri, Programas de Inmersión y nada de lo que es ofrecido aquí en el Centro Inkiri Piracanga como Cursos y Retiros.

Para los que ya están dentro, participando de esos grupos, este texto no es un ataque a ustedes, no es algo personal. Este mensaje está siendo escrito con mucho cariño y cuidado, porque sé que tu participación y la voluntad de a traer más personas a estos movimiento surge de creer que es muy bueno, trae mucha cura y genera abundancia. Yo veo, sin embargo, lo contrario de eso y no posicionarme, no traer la claridad sobre lo que veo, seria omitir una responsabilidad. Explico las razones.

Para participar de estos movimientos, es necesario ofrecer un “regalo” en dinero y traer otras personas que hagan lo mismo, con la promesa de que, pasando por todas las etapas, después, tu recibirás una cantidad muy grande en dinero. Algunos de hecho reciben mucho dinero y es eso que alimenta la esperanza.

A pesar de haber llegado a mí que dentro de esos movimientos suceden muchas reuniones, apoyo y cariño (sobre eso, nada tengo que decir porque es bueno ver a las personas unirse y cuidarse), existe sí una cuestión en relación a dinámica financiera/económica en la cual estos grupos se basan. Para que unos pocos puedan ganar, muchos tendrán que perder. Es un esquema de pirámide financiera re-diseñado en forma de mandalas, círculos, ruedas y fractales. A pesar de todas las explicaciones que intentan mostrar que no es una pirámide, nada cambia los hechos. Mas allá de ser considerado crimen contra la economía popular en Brasil y en otros países del mundo (por eso es anónimo y no lo puedes contar abiertamente), existe toda la cuestión energética y kármica que se acumula. Cuando alguien pierde para que ganes, esa acción generará reacción, teniendo conciencia sobre eso o no. Aquí está el punto central que torna estas prácticas incorrectas.

Creo, desde el fondo de mi corazón, que quien está participando no tiene la intención de hacer mal a nadie, engañar otras personas y hacer alguna maldad. Digo eso porque conozco muchas personas que amo mucho que acabaron involucrándose y que sé que no podrían hacer eso conscientemente. Digo eso, porque no quiero alimentar conflictos y acusaciones entre los involucrados y quienes son invitados a participar. El ingreso en esos grupos parte de la inocencia y por eso necesitamos tener mucho amor y compasión entre todos nosotros. El mundo ya tiene mucha acusación y ataques por todos lados. No es el momento de aquellos que creen en transformar la humanidad a través del amor, atacarse.

Tenemos la posibilidad de transformar toda esa historia en un gran aprendizaje para cuidarnos unos a los otros.

Si tu fueras invitado a participar, te recomiendo que busques información y tengas claro la responsabilidad que implica involucrarse. Para quien ya participa y comienza a percibir su responsabilidad, no es hora de culpar a nadie por eso. En el momento en que tomamos conciencia de algo es cuando podemos elegir cambiar y tener la conciencia tranquila.

Al hacer clic aquí, encuentras mas información sobre como funciona la estructura financiera de esos grupos y orientaciones, en caso de que tú ya participes y no sepas que hacer. Si necesitas más orientación, puedes enviar un e-mail a comunicacao@inkiri.com.

Con todo mi amor,

Angelina Ataíde

Líder de la Comunidad Inkiri de Piracanga.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *